Dei o braço a torcer e virei blogueira!

Pois é, pessoal! Dei o braço a torcer e virei blogueira de moda e até batizei meu nome Pin-Up pra glamourizar a coisa – ou não, rs. A ideia por aqui é dar dicas para quem curte o estilo e a moda vintage, baseadas nas minhas experiências nesse maravilhoso universo retrô. Pretendo falar sobre as roupas que visto, os produtos que uso em penteados e maquiagens, meus acessórios preferidos, o lifestyle... e muito mais!

Foto: Diorandi Nagao / Produção: Débora Podda
A ideia é mostrar que é super possível manter um estilo retrô sem precisar gastar rios de dinheiro; adaptando as referências vintage às lojas que conhecemos, visitando brechós ou dando aquela fuçada no armário da vovó. Aliás, referências legais dos anos 1920 aos anos 1960 não faltarão por aqui. Afinal, eu amo a moda, a música, o design do passado... e essas são minhas décadas preferidas!

Vamos ver até onde esse blog dura? Afinal é muita url para atualizar, gente! Para quem não me conhece, - prazer, Mirella Fonzar - sou jornalista, tenho 29 anos, sou editora do portal Universo Retrô e sócia da agência de marketing digital Casa de Criatividade, onde, consequentemente, gerencio mais um monte de sites e redes sociais. Moro em São Paulo e trabalho há quase 10 anos com internet. \o/

Há pouco menos de 1 mês lancei o canal Miss De-Lovely no Youtube e estou me divertindo pakas gravando! Mas, como eu gosto mesmo das letrinhas, acho que o blog é um espaço complementarmente necessário pra minha vida virtual. Porém, se você gosta mesmo de ver a minha cara de pastel, dá uma conferida no primeiro vídeo que fiz explicando um pouco sobre essa tal de Miss De-Lovely.



Estou animada, espero que vocês também!

Obrigada pela visita!

Beijinhos!

Mirella Fonzar

Miss De-Lovely é o nome de Pin-Up da jornalista Mirella Fonzar, editora do portal Universo Retrô e diretora da agência de marketing digital Casa de Criatividade. Leonina, workaholic e viciada em tudo que vem do passado. Coleciona discos, tatuagens e batons e vive dizendo que gostaria de ter nascido em outra década. E não é que parece, mesmo, ter vindo dos anos 1950?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem foi enviada com sucesso!